logo filmes e cenas Filmes e Cenas / Cenas / Rebobina A Semana #10

Rebobina A Semana #10

Rebobina A Semana #10

Reação dos fãs:

1

Regresso de Kristen Bell e Jonathan Groff, pedido de desculpas de Warner Bros. e muito mais notícias aqui!

Criado por: Sofia Correia em 06 / 11 / 2020

Partilha

Começamos com a melhor notícia da semana. UCI Cinemas e o Cinema NOS anunciaram um novo serviço: Agora é possível alugar salas de cinema para sessões de filmes privadas. Já podes reunir os teus amigos, colegas ou a tua família e aproveitar esta oportunidade para alugar uma sala de cinema que será exclusiva para o grupo. No UCI Cinemas podes escolher filmes em exibição, de segunda a quinta-feira. O preço do aluguer é 220 euros que inclui o exclusivo da sala de cinema com ecrã XXL para até 20 pessoas e ainda um menu por pessoa. Já o Cinema NOS cobra 120 euros pelo aluguer de uma sala, mas para mais detalhes de preços deves perguntar nas bilheterias.


No passado 31 de outubro, perdemos um dos maiores ícones do cinema. Sean Connery, ator escocês, morreu com 90 anos durante a noite nas Bahamas. Foi o primeiro a protagonizar o espião mais famoso do cinema, James Bond, e o mais famoso da saga 007 de Ian Fleming. Esteve “ao serviço” da sétima arte durante décadas e chegou a receber vários prémios, entre eles: Óscar de Melhor Ator Secundário pelo filme "Os Intocáveis" (1987). Teve uma carreira memorável em que conquistou uma multidão de fãs por todo o mundo.


"Listen" de Ana Rocha de Sousa, "Mosquito" de João Nuno Pinto, "Patrick" de Gonçalo Waddington e "Vitalina Varela" de Pedro Costa. Estes são os quatros filmes portugueses pré-selecionados pela Academia Portuguesa de Cinema para a Categoria de Melhor Filme Internacional na 93ª edição dos Óscares. A votação decorre entre 2 e 15 de novembro e no dia 16 de novembro será anunciado o filme que vai ser candidato na cerimónia internacional.


Kristen Bell e Jonathan Groff vão voltar a estar juntos na tela para protagonizar mais um musical. Depois de "Frozen", em que Kristen dá voz a Anna e Jonathan a Kristoff, esta dupla volta a reunir-se para o musical "Molly and the Moon". É um original dos criadores de Foi Assim Que Aconteceu, Cartes Bays e Craig Thomas. Esta história é inspirada num momento difícil da vida de Craig Thomas. O seu primeiro filho, Elliot, precisou de uma operação de risco ao coração quando tinha apenas 2 semanas de vida. Cartes Bays testemunhou todo o processo traumático do amigo e propôs contar esta história ao mundo. Molly and the Moon é sobre a jornada de uma menina que quer chegar à lua.


Por falar em duplas, Jake Gyllenhaal e o realizador Antonie Fuqua vão voltar a trabalhar juntos, desta vez para o filme "The Guilty". Cinco anos depois de Southpaw, regressam para um filme totalmente diferente do género e conta a história de um polícia que começa a trabalhar como operador do 911 (o nosso 112). As gravações estão planeadas para começar antes do final deste ano e se tudo correr conforme os planos, provavelmente teremos Jake novamente nos ecrãs já no próximo ano.


O estúdio Warner Bros. pediu desculpas depois de ser criticado por pessoas com deficiências físicas por causa da personagem de Anne Hathaway do filme “As Bruxas de Roald Dahl”. É verdade, no novo filme de Robert Zemeckis, a vilã Grande Bruxa-Mor tem mãos sem alguns dedos. As pessoas que criticam esta personagem temem que ao retratar vilões com este tipo de deficiência física possa iniciar estereótipos de que as deficiências são algo assustador. Em defesa, um porta-voz da Warner Bros. disse que o estúdio se sente profundamente triste por saber que a personagem Grande Bruxa-Mor perturbou algumas pessoas com deficiência física e pediu desculpa.


A Netflix continua a dar novidades boas. Escolheu França para ser o país teste da primeira oferta do canal Netflix – Direct. Este canal vai conter filmes e séries de televisão francesas e internacionais. Vai estar acessível apenas por meio do navegador do serviço por causa dos acordos de distribuição com grupos de telecomunicações franceses como Orange, Canal Plus e SFR. Este projeto marca a primeira programação linear da Netflix.


Johnny Depp foi "convidado" a abandonar a saga Monstros Fantásticos do universo de Harry Potter. Foi o próprio ator que anunciou, através do seu instagram, que não vai desempenhar o papel de vilão Gellert Grindelwald para o filme "Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los 3". Dias antes, perdeu um processo de difamação contra o jornal The Sun no tribunal superior de Londres o que o fez ser convidado a abandonar o projeto.


Para terminar esta semana, falemos de Ryan Reynolds. Temos uma boa e uma má notícia, mas vamos primeiro à má. Por causa do avanço grave da pandemia mundial, a Disney retirou dois filmes do calendário de estreias deste ano: "Free Guy" protagonizado por Ryan Reynolds e Jodie Comer e "Death On The Nile" de Kenneth Branagh. Estes dois filmes tinham lançamento planeado para dezembro, mas estão, mais uma vez, sem data de estreia.


Agora a boa notícia. Ryan anunciou no seu instagram que as gravações do filme “Red Notice” terminaram. Este filme também conta com Dwayne Johnson e Gal Gadot e terá estreia na Netflix. Já passou quase um ano desde o início das gravações que atrasaram por causa da pandemia, mas agora temos a confirmação de que já não falta muito para vermos o novo filme.




Transmita tua reação:


1
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro