Warrior Nun

Reação dos fãs:

1

Temporadas: 1

Data da Estreia: 02 / 07 / 2020

Última Temporada: 02 / 07 / 2020

Total de Episódios: 10

Duração por Episódios (aprox): 42 minutos

Em Produção: Não

Linguagem: Inglês

Produtora /s:

Netflix

Tua reação:
1

Partilha

Sinopse

Uma jovem acorda numa morgue e descobre que tem os superpoderes da Portadora do Halo, o que faz dela a escolhida numa sociedade secreta de freiras que caçam demónios.

Review

ranting

Reviews: 116
Seguidores: 2


Warrior Nun

Reação dos fãs:

0

20 / 07 / 2020

Fui ver esta série por causa de Alba Batista. Provavelmente, se a atriz portuguesa não fosse protagonista não iria clicar no play e esse pensamento assusta-me porque ia perder uma ótima série. 


Alba Batista é realmente especial numa série que me parece uma mistura entre “Constantine” e “Ocean’s 8”. Parecido ao filme “Constantine” (onde Keanu Reeves é um exorcista) porque a imaginária do inferno, dos demónios e das figuras da igreja como protetoras do reino humano está muito presente aqui, também me faz lembrar “Ocean’s 8” porque é um grupo de raparigas que protagoniza este filme, criando uma irmandade para atingir um objetivo e, também, porque esta série tem viragens de argumento, coisas que não pensavas ser possíveis de acontecer, e personagens que não são o que parecem, mesmo ao estilo dos “Ocean’s”.


Ava (Alba Batista) é uma rapariga tetraplégica que vive num orfanato antes de morrer. Na hora da sua morte, por uma sucessão de eventos é-lhe inserido um “Halo” (objeto sagrado de um anjo) nas costas, o que a faz ressuscitar, com super poderes e a poder andar e mexer-se livremente. A partir daqui, nasce a vontade de aproveitar uma vida que nunca teve em liberdade.


Porém, a Ordem da Espada Cruciforme, formada por um grupo de freiras guerreiras e que guardam o Halo há vários séculos pretendem que Ava passe a ser uma delas.

Sem entrar em mais pormenores para não estragar a história a ninguém, vou dizer-vos que os efeitos especiais desta produção estão excelentes bem como a fotografia (a série passa-se quase toda no sul de espanha) e a forma como a história é narrada faz deste argumento que parece algo tresloucado uma série de sucesso (tenho quase a certeza que o será).


Alba Batista tem uma personagem bastante cómica, com piadas secas e trocadilhos como característica, mas com uma carga dramática enorme, o que a torna ainda mais interessante. A atriz portuguesa está muito bem e este é mais um passo para uma carreira que se avizinha de muito sucesso.


Mas vá… eu sei que vocês já esperam que eu indique aqueles momentos especiais, portanto aqui vai: o momento que Ava dança numa discoteca depois de ter entrado numa loja de equipamentos do Málaga no primeiro episódio, um padre bem badass, Joaquim de Almeida como cardeal com uma interpretação fenomenal, e uma cena em câmara lenta no episódio 9, bem como a forma como esta temporada termina fazendo antever uma próxima temporada cheia de situações impossíveis de prever, devem chegar para vos aguçar o apetite para verem esta série.





Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro