Quanto Mais Idiota Melhor

Reação dos fãs:

0

Duração: 95 minutos

Data de Estreia: 14 / 02 / 1992

Orçamento: $ 20.000.000

Receita: $ 183.097.323

Linguagem: Inglês

Status: Lançado

Produtora /s:

Paramount

Tua reação:
0

Partilha

Sinopse

Dupla de malucos apresenta seu programa em televisão a cabo, de acesso público. A grande chance aparece quando um executivo os convida para fazer a mesma coisa em rede nacional. Filhote do programa "Saturday Night Life", tem cena hilária com a releitura da música Foxy Lady, de Hendrix, entre outras.

Review

ranting

Reviews: 115
Seguidores: 2


Quanto Mais Idiota Melhor

Reação dos fãs:

0

24 / 08 / 2020

Começamos por dizer que este é um filme verdadeiramente diferente, nunca viram nada parecido, tenho o cunho e estilo muito pessoal de Mike Meyers, mas que é excelente, lá isso é. Começamos pela cena de abertura em que cinco amigos estão num carro a cantar e a tocar instrumentos invisíveis ao som da “Bohemian Rhapsody” dos Queen, cena que se não te fizer sorrir e cantar a música, pelo menos vai lembrar-te de todas as cantorias que já tiveste no teu carro, sozinho ou acompanhado. Este filme tem como figuras centrais dois amigos que gostam de rock e têm um talk show gravado a partir da cave de casa da mãe de um deles, pode parecer chato, mas não é!

O estilo de comédia é muito peculiar e notamos isso quando Wayne Campbell (Mike Meyers) está a ter uma conversa com Cassandra (Tea Carrere) em cantonês e a tradução aparece escrita de uma forma que te faz rir e rir perdidamente. Há muita criação de palavras novas e a conversa entre Wayne e Garth (Dana Carvey) mostra uma enorme cumplicidade entre os dois (de lembrar que wayne’s world era um sketch que os dois faziam para o SNL) e são distintivos de toda a comédia que se fez ou faz. 
Entre outras coisas, a adoração a uma Fender Stratocaster ao qual chamam “Excalibur”, o dispensador de gomas no tejadilho do carro, a forma brilhante como está feito o product placement onde Wayne diz coisas como, nunca me vou vender a nenhum produto, ou, as pessoas só pensam em dinheiro, enquanto mostram produtos de forma hiperbolizada (sei que parece que já viste isto, mas, teve que começar em algum lado ;) ), os monólogos do gerente do bar de donuts, a dança da “foxy lady”, são algumas demonstrações de atores incríveis a fazer tudo certo, tudo perfeito.

A 4ª parede (se é que se pode chamar assim em cinema) é constantemente quebrada, e aqui se nota também o génio de Mike Meyers não só como ator mas como argumentista. O final é de uma criatividade absoluta e, se nunca foi estudado, devia ser…

É uma obra prima da comédia!




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro