A Febre

Reação dos fãs:

0

Duração: 98 minutos

Data de Estreia: 08 / 08 / 2019

Orçamento: $ 60.000

Receita: $ 0

Linguagem: Portiguês

Status: Lançado

Produtora /s:

Enquadramento Produções Komplizen Film Still Moving Tamanduá Vermelho

Tua reação:
0

Partilha

Sinopse

Manaus é uma cidade industrial cercada pela floresta amazónica. Justino, um indígena Desana de 45 anos, trabalha como vigia num terminal de contentores. Desde a morte da sua esposa, a sua principal companhia é a sua filha mais nova com quem vive numa casa modesta na periferia. Enfermeira num posto de saúde, Vanessa está de partida para estudar medicina em Brasília. Com o passar dos dias, Justino é tomado por uma febre forte. Durante a noite, uma criatura misteriosa segue os seus passos. Durante o dia, ele luta para se manter acordado no trabalho. Mas a rotina entediante do porto é quebrada pela chegada de um novo vigia. Enquanto isso, a visita do seu irmão fá-lo recordar a vida na aldeia, de onde partiu há 20 anos. Entre a opressão da cidade e a distância da sua aldeia na floresta, Justino já não pode suportar uma existência sem lugar.

Review

Reviews: 116
Seguidores: 2


A Febre

Reação dos fãs:

0

28 / 08 / 2020

Sabes aquela sensação de saíres do trabalho, chegares a casa e não teres força para mais nada? Isto porque é preciso deitar cedo porque no dia seguinte, lá vais tu novamente trabalhar? Já alguma vez ficaste desgastado e até doente por causa disto? É exatamente sobre isto que o filme "A Febre" trata.


Justino (Regis Myrupu) é segurança no porto de Manaus no Brasil. De origem indígena, este homem de meia idade vive com a filha que trabalha no centro de saúde local mas que tem mais aspirações de carreira. Vemos Justino a ter uma vida rotineira, difícil, entre transportes públicos, trabalho e distância trabalho-casa, Justino fica com pouco ou nenhum tempo para si e para os seus, sempre cansado, vamos assistindo à decadência do homem pela fragilidade da sua saúde. 


Um filme com o qual me identifiquei bastante, acho que qualquer pessoa que trabalha se vai identificar, pois é um filme muito humano, muito simples. Filmado em Manaus, cidade perto da floresta da Amazónia, com muito verde e chuvas tropicais, vemos paisagens lindas mas sempre pintadas com uma ambiência negra, depressiva, característica da personagem principal. 


Regis Myrupu tem aqui um grande papel, muito simples, mas muito humano, forte e cheio de emoção, ele que ganhou o prémio de melhor ator no Festival de Locarno. Festival esse que também premiou o filme com o Leopardo de Ouro, prémio atribuído ao melhor filme do festival.




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro