Baamum Nafi

Reação dos fãs:

0

Duração: 109 minutos

Data de Estreia: 08 / 08 / 2019

Orçamento: Sem Informação

Receita: Sem Informação

Linguagem: ff

Status: Lançado

Produtora /s:

Joyedidi

Tua reação:
0

Partilha

Review

ranting

Reviews: 88
Seguidores: 2


Baamum Nafi

Reação dos fãs:

0

28 / 08 / 2020

Um convite a um novo mundo. Uma nova realidade. Diferente de outros filmes sobre África que não espelham a verdade. Foi assim que Mamadou Dia apresentou a sua primeira longa-metragem no IndieLisboa 2020. 


Baamum Nafi é uma viagem ao Senegal. Só tem bilhete de ida. Quando viajei neste filme não estava à espera de não voltar.


Centra-se no conflito de dois irmãos. Tierno é um imame, o líder religioso da pequena aldeia do Senegal. O irmão dele é Ousmane, que procura ter a máxima autoridade na aldeia.
O conflito só começa quando Ousmane diz que o seu filho vai casar com a filha de Tierno, Nafi (Sim leste bem, casamento de primo com prima). Tierno não quer que este casamento aconteça porque sabe que será uma tragédia para todos. É como dar autorização ao irmão para ele começar a ter uma liderança conservadora. 


Mas a vida de Tierno fica mais complicada quando Nafi afirma que quer casar com Tokara, o primo. Este é o ponto de partida de um filme que nos leva por entre conceitos de poder e intolerância religiosa. Questiona a prática do fundamentalismo que naquele sítio é utilizado como um meio de controlo e medo. 


Para resumir os últimos minutos do filme: Irmãos lutam contra irmãos e os filhos pagam pelos erros dos pais. Mamadou Dia capta a situação real daquela terra, que é a dele, mostrando-nos a ascensão do extremismo e o perigo escondido em cada casa daquela aldeia.


Baamum Nafi venceu Melhor Primeiro Filme no Festival de Locarno, e se eu pudesse também lhe daria um prémio, o prémio Melhor Lição de Cinema. 
Significativamente triste mas belo, este é um filme que não se esquece!




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro