Blue Jasmine

Reação dos fãs:

0

Duração: 99 minutos

Data de Estreia: 25 / 07 / 2013

Orçamento: $ 18.000.000

Receita: $ 99.206.215

Linguagem: Inglês

Status: Lançado

Produtora /s:

Gravier Productions Perdido Productions

Tua reação:
0

Partilha

Sinopse

Casada com um multimilionário, Jasmine Francis sempre teve os maiores luxos que a vida lhe poderia proporcionar. Mas quando o marido a abandona e é preso por fraude fiscal, ela perde todos os bens. Sem casa nem dinheiro, é forçada a ir para São Francisco, para o modesto apartamento de Ginger, a sua irmã, com quem manteve dantes uma relação distante. Assim, deprimida e desenquadrada, vai tentar refazer a sua vida num mundo que não está preparada para aceitar.

Review

ranting

Reviews: 88
Seguidores: 2


Blue Jasmine

Reação dos fãs:

0

31 / 08 / 2020

Já era fã de Cate Blanchett desde Elizabeth e O Estranho Caso de Benjamin Button, mas quando vi Blue Jasmine de Woody Allen fiquei ainda mais apaixonada pelo talento desta atriz. Não sei se há alguma personagem criada por Woody Allen que seja tão desagradável e ao mesmo tempo tão irresistível quanto Jasmine de Cate Blanchett.

Woody nunca esconde os defeitos da personagem e construiu um filme com diálogos inteligentes num tom de drama pessoal pesado misturado com comédia e o resultado é este: Odiei a personagem, mas no fundo quis que ela tivesse mais sorte na vida! 


Esta é a história de uma mulher milionária que perde todo o dinheiro e é obrigada a ir viver com a sua irmã Ginger (Sally Hawkins) em São Francisco. É nessa altura que Jasmine conhece Dwight (Peter Sarsgaard), um homem que pode resolver todos os seus problemas financeiros. Porém, antes de resolver esse problema precisa de descobrir quem é e aceitar a nova condição de vida. É bastante básica a história e talvez encontres várias referências de outros filmes porque temos aquela sensação de “Hummm, onde é que eu já vi isto”?


O que distingue esta obra de Woody Allen é só um nome: Cate Blanchett. Nota-se que sou mesmo fã? A questão é, Woody Allen conseguiu dar-nos um filme inteligente (tal como já estamos habituados), com um guião exuberante de uma comédia dramática sobre luxo e pobreza, mas creio que não seria tão bom se não existisse Cate no papel principal.


Provavelmente é o filme de Woody Allen com mais destaque de uma figura feminina, apesar de termos exemplos como Vicky Cristina Barcelona e Annie Hall, neste Blue Jasmine o filme é todo da personagem de Cate Blanchett. É a sua loucura e os seus traumas que conduzem a narrativa e só estamos à espera do que é que ela vai fazer a seguir. Quase me esqueci do restante elenco, não por ser incompetente, mas porque o carisma de Jasmine ofusca outras personalidades. 


A dinâmica do realizador com a atriz resultou em dois esforços criativos muito bem conseguidos e em perfeita sintonia. A banda sonora é espectacular e temos a música “Blue Moon” de Conal Fowkes que toca várias vezes e é justamente para marcar a presença de Jasmine. A fotografia é extremamente competente, entrega-nos um mundo de luxo com belas paisagens e ótimos cenários, mas depois passa para um tom humilde e simples de maneira muito subtil. 


Mais um filme do mestre Woody Allen e não, não fiquei nada desapontada. Não perdi a oportunidade de ver Cate Blanchett brilhar com esta Jasmine cheia de atitude e com frases irritantes que me deixou espantada quase o filme inteiro: “a sério que ela disse isto?” E depois ria-me, muito! 
É isto que Woody Allen querer de nós? Um misto de ódio e amor pela protagonista? Comigo conseguiu! 




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro