Gimme Shelter

Reação dos fãs:

0

Duração: 90 minutos

Data de Estreia: 06 / 12 / 1970

Orçamento: Sem Informação

Receita: Sem Informação

Linguagem: Inglês

Status: Lançado

Produtora /s:

Maysles Films

Tua reação:
0

Partilha

Review

ranting

Reviews: 2
Seguidores: 0


Gimme Shelter

Reação dos fãs:

0

06 / 09 / 2020

O tema viagem no tempo sempre foi bastante popular, os fãs de ficção científica que o digam. Mas a experiência mais próxima disso que eu já tive ocorreu ontem (04/09/2020) no auditório grande da Culturgest durante uma sessão do Indie Lisboa 2020.

Gimme shelter é uma deliciosa e angustiante viagem no tempo, com uma trilha sonora que dispensa apresentações. Se você como eu sente que nasceu na década errada em termos musicais, recomendo fortemente acompanhar Mick Jagger e os Rolling Stones nessa tour pelos Estados Unidos cheia de glamour e tragédia. 

O filme se passa durante a tour dos Stones pelos Estados Unidos em 1969, a começar com um concerto no Madison Square Garden, em Nova York. A memorável performance, quase sexual, de Tina Turner na abertura do concerto faz refletir se hoje em dia estamos um pouco mais quadrados e reprimidos em relação ao que se passava nos palcos dos anos 60 e 70. E claro, a brilhante performance de Mick Jagger e seus tão icónicos moves ao cantar Satisfaction. 

Se o glamour do início nos traz uma boa sensação de e nos faz mergulhar nesse universo pós Woodstock, o meio do filme começa a nos trazer angústias. Os Stones têm como objetivo fazer um show gratuito em São Francisco e percebemos logo a dificuldade de se achar um lugar que abrigue as multidões que um show desse porte atrairia.

O ápice do filme está no terceiro ato. O festival começa a acontecer e vemos problemas graves de estrutura e segurança, principalmente no que diz respeito à segurança dos músicos no palco. Mais uma vez somos transportados no tempo, dessa vez para uma multidão de jovens, felizes, que vão chegando ao festival com a expectativa de reviver Woodstock. Mas a psicodelia começa a se tornar angustiante e, somados à desorganização da segurança e da presença bruta dos Hell’s Angels que foram contratados para fazer a segurança do palco, vemos o cenário perfeito para uma tragédia.
 
Entretanto, o que esse filme traz de genial, não é apenas o privilégio de poder acompanhar uma banda como os Stones em tour, mas aquelas coincidências que o cinema direto documental pode nos trazer de estar filmando a coisa certa na hora certa: o show final ter sido palco de um crime. A edição primordial que nos transporta a essa atmosfera em um arco que vai do auge do glamour do Rock’n Roll até o caos consequente da falta de organização do show e de uma multidão sob efeito de drogas que culmina em violência e fatalidade.




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro