The Trouble with Being Born

Reação dos fãs:

0

Duração: 94 minutos

Data de Estreia: 25 / 02 / 2020

Orçamento: Sem Informação

Receita: Sem Informação

Linguagem: Alemão

Status: Lançado

Produtora /s:

Panama Film

Tua reação:
0

Partilha

Sinopse

Elli é um andróide e vive com um homem a quem chama de pai. Juntos, passam o Verão. Elli compartilha as memórias do pai ou qualquer outra coisa para a qual tenha sido programada. Memórias que significam tudo para ele, mas nada para ela. No entanto, uma noite, ela foge para a floresta atrás de um eco esmorecido.

Review

ranting

Reviews: 58
Seguidores: 2


The Trouble with Being Born

Reação dos fãs:

0

09 / 09 / 2020

O meu problema com este filme é que ele falha em quase todas as boas intenções que tinha.


Ao contrário de muitos, eu não acho que a realizadora queria promover pedófilos, talvez ela quisesse chocar o público com o filme e fazer ver a toda a gente uma coisa má, mas a forma como ela filma os momentos íntimos entre o "pai" e a sua filha robot levanta ainda mais questões, e muitas dessas nunca são exploradas novamente no filme o que queria situações constrangedoras.



Tal como "Ex Machina", este filme também quer enfrentar o perigo da tecnologia quando passa uma certa linha, temos um andróide jovem a ser passado e, sinceramente, nunca corremos o perigo de isto acontecer, mas mais a pena em que caímos por esta máquina que parece realmente estar a sofrer e talvez no final só queira que tudo acabe.

O filme mesmo com estes pontos começa bem e eu ainda estava interessado, mas à medida que chega a meio ponto e obtemos uma reinicialização completa da história de uma forma que perde praticamente toda a sua irreverência, isto acaba por ficar aborrecido.


Também, tecnicamente, tenho de dizer que todas as filmagens nocturnas são quase impossíveis de compreender devido à falta de definição de luz nos sítios certos para criar alguma volumetria, tudo parece plano e desinteressante.


Não há muito a destacar porque a maior parte do filme é frio e sem emoções, pelo que todos os actores ficam vazios e se isso era a intenção, parabéns mas, infelizmente, não funcionou para
mim.

Dito isto, havia espaço e potencial para ser melhor este conceito de filme, a dualidade de máquina e homem, mestre e escravo, queria ter sabido mais de como esta máquina que tem de se moldar a partir dos desejos um mestre para os desejos de um outro a podia afectar, mas em vez disso, era muito mecânico e foi como se tivesse acionado um interruptor.




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro