Antebellum – A Escolhida

Reação dos fãs:

0

Duração: 105 minutos

Data de Estreia: 02 / 09 / 2020

Orçamento: $ 15.000.000

Receita: $ 6.852.361

Linguagem: Inglês

Status: Lançado

Produtora /s:

Lionsgate QC Entertainment Metropolitan Filmexport

Tua reação:
0

Partilha

Review

ranting

Reviews: 60
Seguidores: 2


Antebellum - A Escolhida

Reação dos fãs:

0

13 / 09 / 2020

Então, ontem à noite, tive a oportunidade de estar na estreia mundial de "Antebellum", este foi um filme sobre o qual tive muita curiosidade desde o primeiro trailer, pouco sabia eu que o trailer, que me deixou curioso, era também a razão pela qual não desfrutei tanto do filme quanto podia.⠀


Ao ver o trailer pela primeira vez, o filme ficou lindo, Janelle Monáe pareceu uma "mazona", e ficou claro que não era uma história normal; havia algo de estranho nela e ser produzido pela mesma equipa de "Get out" e "Us" só me deixou mais curioso.⠀

A questão é que este é um filme que depende muito do "plot twist" e, se pusermos todas as fichas nessa reviravolta, por causa do trailer, a reviravolta não é realmente uma surpresa, e provavelmente vamos vê-la ao longe.⠀

O filme começa forte com uma longa filmagem que é óptima, mas tem um pequeno problema com a "steady cam", o que o torna um pouco estranho; ainda assim, é uma filmagem poderosa para abrir o filme.⠀
O filme está cheio de belas filmagens, algumas podem ser colocadas numa galeria de arte e palmas para o trabalho de Pedro Luque que realmente sabe usar a escuridão como muito poucos cineastas.⠀

O problema do filme é a forma como é editado e montado em relação à narração da história, ele deixa cair o véu demasiado cedo sobre o que é a reviravolta do filme, e há outro filme com a mesma reviravolta que é pior, mas que faz isso melhor (não se pode dizer qual é o filme por causa dos spoilers).⠀

Janelle Monáe é sem dúvida a grade estrela, e a sua presença no ecrã não passa despercebida; infelizmente, as suas capacidades de representação não estão ao nível que poderia realmente tornar este filme muito melhor.⠀
Obviamente, ela é uma artista e sabe como chamar a atenção, mas os momentos mais pequenos de que precisa para mostrar emoções são um problema para ela; felizmente, não há muitos desses momentos.


O filme tem 2 partes fortes diferentes, e a questão é a ligação entre os 2; eles não fluem de um para o outro e parecem desligados.⠀

Ainda assim, há ali um conceito interessante, uma visão original sobre o racismo e, na verdade, uma visão corajosa para o trazer para o ecrã neste momento.⠀
Certamente muitas pessoas ficarão ofendidas com este filme, mas esperemos que isso dê início a conversas.




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro