Rafiki

Reação dos fãs:

0

Duração: 82 minutos

Data de Estreia: 26 / 09 / 2018

Orçamento: Sem Informação

Receita: Sem Informação

Linguagem: sw

Status: Lançado

Produtora /s:

Ape&Bjørn Big World Cinema MPM Film Razor Film Produktion Rinkel Film Schortcut Films

Tua reação:
0

Partilha

Review

ranting

Reviews: 2
Seguidores: 0


Rafiki

Reação dos fãs:

0

16 / 09 / 2020

Rafiki, que quer dizer “amigo” em Swahili, conta a história de duas jovens quenianas que aos poucos vão descobrindo entre elas o amor. Ambas são filhas de candidatos políticos rivais, o que já traz um tom Romeo e Julieta ao romance. Romance este que, num país como o Quénia, pode resultar em prisão, uma vez que o ato sexual entre pessoas do mesmo sexo é punível com até 14 anos de prisão. 



É emblemático que o primeiro filme do país a conseguir ser exibido no festival de Cannes é inacessível aos próprios quenianos, uma vez que foi banido por “apologia ao romance lésbico” pelo The Kenya Film Classification Board (KFCB). 



Existem filmes que extrapolam simbolicamente o que se espera de um filme. Rafiki é um desses, além de filme é um belíssimo manifesto pela existência da comunidade LGBTQI+. Parte disso é o conjunto de boas escolhas feitas pela diretora: o elenco e a direção de atuação é belíssima, a química entre as atrizes principais sente-se na pele, além disso o uso das cores no figurino durante todo o filme, em contraste com os ambientes áridos e cinzentos traz o sentimento de “deslocamento” das personagens através de uma abordagem visual. A direção de fotografia também explora o ambiente de uma criativa, o espectador se sente imerso naquela atmosfera tão diferente.



Em resumo, Rafiki explora muito bem as fases do que é se apaixonar ainda muito jovem, com o agravante disso acontecer em uma sociedade muito marcada pelo machismo e onde ser homossexual é considerado crime.




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro