Admirável Mundo Novo

Reação dos fãs:

0

Temporadas: 1

Data da Estreia: 15 / 07 / 2020

Última Temporada: 15 / 07 / 2020

Total de Episódios: 9

Duração por Episódios (aprox): 48 minutos

Em Produção: Não

Linguagem: Inglês

Produtora /s:

Peacock

Tua reação:
0

Partilha

Sinopse

Como cidadãos da Nova Londres, Bernard Marx e Lenina Crowne conheceram unicamente uma ordem social rígida, um fármaco perfeito chamado Soma, e a cultura da gratificação instantânea e do sexo omnipresente. Curiosos para explorar a vida além das restrições da sua sociedade, os dois cidadãos do Mundo Novo vão de férias para as Terras Selvagens, onde se envolvem numa rebelião lancinante e violenta.

Review

ranting

Reviews: 115
Seguidores: 2


Admirável Mundo Novo

Reação dos fãs:

0

21 / 10 / 2020

Fui ver esta série porque na semana passada li o clássico da literatura, "Brave New World" de Aldous Huxley, livro que inspira o argumento desta série.


Com o mesmo nome mas com algumas diferenças do livro que se notam logo no episódio piloto. Há aqui muito exagero na parte sexual da sociedade, e a "soma" parece ter um efeito diferente do que acontece nos livros. Isto é a sensação com que fiquei no 1º episódio, mas como este texto é sobre a série em si, vou deixar de fazer comparações ao livro. O 1º episódio agarra por vermos ali duas sociedades em confronto e pelos efeitos e produção gigante que tem; se gostas de ficção científica e de pensar modelos de sociedade alternativos, esta série pode ser para ti.


Há vários apontamentos interessantes como crítica social, como os parques temáticos que Bernard e Lenina visitam como a sátira à Black Friday, ainda neste parque temático quero realçar que a cena do teatro na "House of Monogamy" está muito bem filmada. Esta série tem um bonito genérico, não é daqueles longos de "antigamente" (tipo, Guerra dos Tronos) mas faz toda a diferença, muito melhor do que a prática habitual de os episódios correrem sem genérico de apresentação. No entanto, isto são das poucas coisas boas desta série.


Não sei quem fez o casting para este elenco, mas não me parece ter acertado em quase nada. Com uma história tão boa, a forma como foi transformada em argumento já não ajuda mas estas performances tornam os episódios em algo chato e trabalhoso de ver. Transformar um clássico da literatura como este que é uma história tão dinâmica, bem escrita, bem pensada, com personagens tão profundas que constroem uma ação incrível capaz de pôr quem o leia a sentir, a pensar, a raciocinar, e torná-la numa novela mexicana, onde são metidos à pressão casos de bullying, descobertas de parentalidade e relações de amizade tóxicas é de mau gosto mesmo. Isto torna esta série numa coisa má, que aproveita mesmo mal um excelente conceito.


Os diãlogos são fracos, simples. Os spots publicitários que por vezes aparecem são das coisas mais disparatadas e fora de contexto que já vi, não trazem nada de especial e só enchem os episódios com mais informação desnecessária. A necessidade de romantizar toda e qualquer interação, todas as personagens, todos os diálogos, tornam tudo isto muito chato e repetitivo. Não imaginam a quantidade de vezes que desliguei por completo, que me desinteressei pelo episódio que estava a ver. Não consegui ver nenhum episódio sem parar, isso mostra bem a falta de dinâmica e quão maus são os diálogos e as interpretações nesta série.


Para terminar, dizer que Joseph Morgan como CJack60 é a única performance que me enche as medidas, ele é bom mesmo.


Conseguir destruir uma história incrível como esta é difícil mas, de alguma forma, David Weiner conseguiu atingir essa proeza. Fica aberta a possibilidade de uma segunda temporada mas que não me parece ter força para acontecer. Se eu mandasse, cancelava.




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro