As Vantagens de Ser Invisível

Reação dos fãs:

0

Duração: 103 minutos

Data de Estreia: 20 / 09 / 2012

Orçamento: $ 13.000.000

Receita: $ 33.400.000

Linguagem: Inglês

Status: Lançado

Produtora /s:

Mr. Mudd Production

Tua reação:
0

Partilha

Sinopse

Charlie é um jovem que tem dificuldades para interagir em sua nova escola. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Sua professora de literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si… até o dia em que dois amigos, Patrick e Sam, passam a andar com ele.

Review

ranting

Reviews: 116
Seguidores: 2


As Vantagens de Ser Invisível

Reação dos fãs:

0

03 / 11 / 2020

O ritmo alucinante que me é apresentado com as três personagens Sam, Charlie e Patrick faz com que nem pisque os olhos a ver isto. É assim que vos começo por contar a minha experiência a ver este "Perks of Being a Wallflower", cujo título em português podem ver no cimo deste artigo. 


Há muito tempo na minha lista de filmes para ver, só agora tive coragem para o ver. Achava que numa fase onde estive mais em baixo na minha vida, este filme me iria ainda fazer cair mais para baixo. Ora, estava completamente errado. Esta história e enredo é algo que me teriam feito muito bem há uns tempos atrás e aconselho a todos os adolescentes ou jovens adultos que estão a passar por um momento mais triste em que não parece haver solução para nada. 


Posto isto, os arrepios que a cena do túnel, ao som de David Bowie, me deram só podem ser resultado da influência que um grande filme tem em mim. Ezra Miller está qualquer coisa de incrível. A presença, o tom, a personalidade, ele enche todas as cenas em que aparece com uma performance realmente memorável. 


É impressionante quão inspiradora é esta história. A força que dá ver isto, para ultrapassar situações difíceis na vida. A importância da música e dos livros na vida de Charlie (Logan Lerman) é algo com que me identifico muito, e quando um filme te fez identificar assim com um personagem, é das melhores coisas, parece que nos estamos a ver ali naquele ecrã, a imaginar-nos ali, faz-me voar, faz-me viajar por memórias antigas e que bom (e raro) é isso... 


A performance de Logan Lerman é de uma sinceridade, presença, de um amor e humildade tão mas tão grande! É verdadeiramente impressionante. Arrebatador mesmo. Não ao mesmo nível, mas também a fazer tudo bem está Emma Watson, que é sempre bom vê-la fugir da feiticeira Hermione e ver quão boa atriz é. Ainda uma nota para Paul Rudd que interpreta um sério e emocional professor de inglês que influencia muito a vida de Charlie dando-lhe livros para ler e força para começar a escrever, e é incrível eu ver isto agora porque também eu tive uma professora de português assim, que me deu força e alento para seguir a área que gostava e não a que daria mais emprego. 


O trabalho de Stephen Chobsky aqui é muito bom. Depois de ter escrito esta incrível história em livro, consegue trazê-la para filme de uma forma inteligentíssima. A direção de atores, a fotografia, tudo liga bem e depois, o sentimento que se sente que ele aplicou neste filme... que espetacular1


Deixou-me os olhos humedecidos do início ao fim, para na parte final me pôr a chorar compulsivamente mas com um sorriso de orelha a orelha. O cinema, a literatura e outras formas de arte podem mesmo ser escapadelas, ajudas para enfrentar o que de menos bom há na vida porque é nestas áreas que nos fazemos infinitos.


we can be heroes just for one day - David Bowie




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro