Procurado

Reação dos fãs:

2

Duração: 110 minutos

Data de Estreia: 19 / 06 / 2008

Orçamento: $ 75.000.000

Receita: $ 341.432.090

Linguagem: Inglês

Status: Lançado

Produtora /s:

Kickstart Universal Pictures Spyglass Entertainment Bazelevs Production Marc Platt Productions Top Cow Productions Relativity Media Ringerike Zweite Filmproduktion Revolution Sun Studios

Tua reação:
2

Partilha

Sinopse

Wesley Gibson tinha uma vida medíocre: um trabalho aborrecido, uma chefe prepotente, um apartamento medonho, uma namorada infiel, um melhor amigo hipócrita... até se cruzar com uma bela e mortífera mulher que lhe diz que o seu verdadeiro pai era um infalível assassino que fora morto recentemente, à traição. Agora, a Fraternidade espera que Wesley se junte a ela e receba treino intensivo. Só assim se poderá tornar num assassino, seguir as pisadas do seu pai e vingar a sua morte. Enquanto hesita entre um heroísmo recém-descoberto e a sede de vingança, Wesley vai aprender algo que ninguém lhe podia ensinar: só ele controla o seu destino.

Review

ranting

Reviews: 116
Seguidores: 2


Procurei um filme como este e encontrei! PROCURADO!

Reação dos fãs:

0

10 / 11 / 2020

É assim, adoro filmes com coisas impossíveis a acontecer, mas que são mesmo propositadas e este está cheio delas. Balas a curvar, carros a dar piruetas, salvamentos impossíveis... há de tudo neste filme, e tudo me deixou tão contente! 


James McAvoy é um excelente ator e as sequências iniciais do filme provam isso, onde ele luta com problemas de ansiedade, onde ele interpreta um cidadão afundado na sua rotina diária e a querer sair desse estado. A personagem deixa-nos ver este ator ir do expoente da alegria ao da loucura só nos primeiros minutos do filme, vê-lo em cenas de ação e em discursos e pensamentos profundos, que asa de emoções de McAvoy. 


A forma de filmar rápida, os efeitos especiais que estão incríveis como na parte em que Wesley (James McAvoy) bate com um teclado de computador na cara de Barry (Chris Pratt) e saltam as teclas que constroem a palavra "FUCK YOU", ou as mensagens do multibanco, isto são tudo pequenos pormenores que me fazem sorrir e adorar este filme.


A cena de agência de assassinos ser de uma linhagem de pessoas que são operários de fábricas de laníficios é incrível porque... também eu sou de uma família com operários dos lanifícios, terei eu também a capacidade de disparar balas curvas? hehehehe i wish...


A perseguição no comboio está uma sequência de ação e suspense de acelerar o batimento cardíaco. O comboio a cair da ponte está tão bem feito, com o estilhaçar dos vidros a fazer um som estridante e que deu azo a aplausos meus, principalmente tendo em conta que este filme foi feito em 2008.


Timur Bekmambetov e Michael Brandt realmente imaginaram um ótimo e divertido universo com pinceladas de terror psicológico, que a interpretação segura de uma Angelina Jolie sem arriscar muito e de um McAvoy a ser bastante bom (como já descrevi antes) o deixam num ótimo nível e fazem esquecer algumas coisas "impossivelmente exageradas". E sim, fui surpreendido no final e adorei cada segundo.


As cenas finais parecem quase como um videojogo, onde a personagem principal vai enfrentando inimigos cada vez mais fortes até chegar ao boss final.


p.s. : como é bom ver Morgan Freeman no ecrã e ele não ser o bonzinho e pão sem sal que é sempre.
 




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro