不止不休

Reação dos fãs:

0

Duração: 114 minutos

Data de Estreia: 08 / 09 / 2020

Orçamento: Sem Informação

Receita: Sem Informação

Linguagem: Chinês

Status: Lançado

Produtora /s:

Momo Pictures

Tua reação:
0

Partilha

Review

ranting

Reviews: 88
Seguidores: 2


De um artigo bem intencionado saem 100 milhões de pessoas prejudicadas!

Reação dos fãs:

0

18 / 11 / 2020

Hoje, no LEFFEST’20 tive oportunidade de ver o mais recente filme de Jing Wang Jing, inspirado numa história verídica. The Best is Yet To Come conta-nos como um jornalista dedicado utilizou toda a sua energia para relatar a injustiça social da época na China.


Acontece em Pequim no ano de 2003 e retrata os meses a seguir à pandemia SARS em que já se sentia um otimismo relativamente ao recuo do vírus misterioso.


O que torna este filme extremamente pertinente é o facto de apelar à objetividade e à humanidade, principalmente, no ambiente jornalístico e nos deveres cívicos de um jornal de notícias da cidade.


O protagonista é o jornalista Han Dong (Bai-Ke) que se mudou para a capital para perseguir o seu sonho. Começa por escrever alguns artigos online até que consegue ter atenção de Huang Jiang (Zhang Songwen), um repórter veterano de um importante jornal, chamado Jingcheng Daily.


Começa a trabalhar no jornal como estagiário e tem finalmente uma oportunidade de construir uma vida melhor para ele e para a namorada, Xiao Zhu (Miao Miao).


O jornalista Huang Jiang ajuda Han na investigação de um desastre numa mina em Shanxi. Depois, já com maior autonomia, Han descobre uma operação ilegal que ajuda pacientes com hepatite B a obter relatórios de saúde falsos para que os pacientes evitem sofrer discriminação.


É aqui que tudo se torna muito interessante. É que esta investigação lançou Han para o estrelato jornalístico, mas trouxe graves consequências. Ao expor esta operação ilegal também denunciou 100 milhões de pacientes que tentam esconder a doença para conseguir emprego e não sofrer discriminação


Começamos a ter altas discussões sobre os deveres cívicos de um jornalista e a ética e moral da pessoa atrás do jornalista.


Estudei jornalismo e consegui perceber a dor de Han quando foi confrontado com as consequências devastadoras do seu trabalho. Porque, é um dever informar, é um dever expor, é um dever alertar o mundo para o que está a acontecer debaixo do nosso nariz… mas e quando tudo isto prejudica milhões de pessoas? Pessoas que são vítimas do sistema, do governo ou de má gestão de líderes do poder? Até que ponto, vale a pena, informar o mundo se vamos trazer uma tragédia maior do que trazer benefícios para a sociedade?


O filme dá-nos um lado diferente da importância do jornalismo de investigação e reflete as lutas entre a consciência emocional e a consciência cívica. A obrigação de informar e a obrigação de proteger.


Há coisas que o filme poderia ter feito de outra forma. Por exemplo, estica-se quando tenta retratar discriminação, jornalismo injusto e a crise do início de 2000. Demasiado conteúdo para tão pouco tempo.


Depois não investiu o suficiente na construção das personagens. Não conseguimos criar empatia pelos pacientes que sofrem porque mal os vemos no ecrã. Acho que o ritmo do filme foi prejudicado porque demorou muito tempo para o personagem principal conseguir compreender efetivamente o problema que acabou de criar.


Han Dong também não se desenvolve muito como personagem. É simpático no início e no final não conseguimos vê-lo de outra forma nem com outras características.

 

Mesmo com todos os pormenores que lhe roubam qualidade, The Best Is Yet To Come é um membro significativo no reportório cinematográfico de 2020 da China.


Confesso que me emocionou na parte em que nos levantar questões sociais direta e indiretamente que merecem atenção e devem ser discutidas.


Que sirva de lição, que sirva de apelo e mais importante, que sirva para o início de uma mudança. É um filme consciente, que nos empurra para o lado mais humano, o lado de ajuda ao próximo e compaixão por quem sofre injustamente nas mãos de quem não os vê. 




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro