Parks and Recreation

Reação dos fãs:

0

Temporadas: 7

Data da Estreia: 09 / 04 / 2009

Última Temporada: 24 / 02 / 2015

Total de Episódios: 125

Duração por Episódios (aprox): 22 minutos

Em Produção: Não

Linguagem: Inglês

Produtora /s:

NBC

Tua reação:
0

Partilha

Review

ranting

Reviews: 116
Seguidores: 2


Até dá vontade de sair e fazer algo para melhorar o mundo!

Reação dos fãs:

0

27 / 01 / 2021

Sendo fã de "The Office" nao podia deixar de ver esta série "Parks and Recreation" por se tratar de uma série dos mesmos argumentistas e que é feita no mesmo género, um mockumentary.  Para além desta óbvia razão, juntar o facto de a série se passar num escritório governamental, de uma pequena cidade, tinha tudo para ser bom e para acontecerem coisas inesperadas. 


A série conta a história de uma empenhada e sonhadora trabalhadora na área de Parques do governo de uma pequena cidade do Indiana, Pawnee. Esta trabalhadora, Leslie Knope (Amy Poehler), tem no sangue o serviço público e quer transformar a perdida e esquecida do mapa Pawnee, numa cidade onde toda a gente se sinta bem e onde haja real crescimento económico e segurança. Filha de uma mãe, também ela, trabalhadora no mundo político, Leslie tem sob a sua alçada diversos funcionários atípicos que a vão ajudar na sua missão espinhosa. 


Para esta série, vou relembrar as personagens principais uma a uma. 


  • Leslie Knope: é a personagem principal, a história gira à volta dela e toda a ação é consequência das suas ações. É um papel brilhante de Amy Poehler que nos mostra seriedade, comicidade, romance e tristeza. Alguém capaz de fazer com que esta série não seja aborrecida, nem nas partes mais técnicas de debate ou campanha política. Alguém que tanto podia fazer uma coisa ainda mais cómica, como desempenhar um papel em "House of Cards" ou noutra série séria sobre política;


  • Ron Swanson: é, talvez, a personagem cómica melhor construída dos últimos tempos; alguém que é dirigente de uma secção do governo e que odeia o governo mais do que ninguém e todo o trabalho público, só podia sair das cabeças de Greg Daniels e Michael Schur: para juntar a isto, temos Nick Offerman a fazer uma papel brilhante de um homeme de meia-idade que gosta de silêncio, whisky e bifes e que as coisas fiquem como estão. Se virmos a evolução desta personagem e tudo o que ela representa, ficamos completamente derretidos. Resta-me dizer ainda que, o riso desta personagem é o melhor de sempre, dei por mim a rir como Ron Swanson em todos os momentos cómicos desta série;


  • April Ludgate: uma estagiária que acaba por conseguir aquilo que todos os estagiários querem, ficar com o emprego. April é das personagens mais misteriosas porque, apesar de se comportar de forma fria e distante com toda a gente, por dentro é a mais protetora e carinhosa para o seu grupo de amigos, é muito interessante de acompanhar a sua evolução;


  • Andy Dwyer: o parvinho de serviço. Andy é o preguiçoso que aprende a trablhar e se torna um homem de sucesso com as suas palhaçadas, uma vez que a sua constante criação de personagens alternativas ao longo da série faz com que ele venha a ter um programa de televisão próprio. Chris Pratt interpreta muito bem esta personagem e conseguimos ver a transformação corporal por que passou ao longo da série;


  • Tom Haverford: Aziz Ansari tem aqui um papel incrível. Tom Haverford é uma personagem muito bem construída, espelho das pessoas que põem uma máscara para se sentirem bem (e mostrarem) ao pé dos outros, mas que na realidade é um ser absolutamente soziinho que procura o amor e sucesso profissional. Ansari faz rir sempre que entra em cena;


  • Donna: posta de lado ao início, Donna vem subindo ao longo das temporadas e ficou uma das minhas personagens preferidas sem eu ter dado conta, na última temporada culmina a sua evolução e crescimento, sempre pautados pela sua atitude confiante;


  • Jerry: outra das personagens parvinhas, sofre de bullying dos colegas mas é um querido e merece tudo, tal como o que lhe acontece no final da série;


  • Ben Wyatt: o contabilista mais sexy e engraçado de sempre está aqui. Adam Scott tem um papel confortável, sem nunca transcender mas sem nunca errar, ótimo para este tipo de personagem;


  • Ann e Chris: coloco-os juntos porque, para mim, são as piores personagens, chegaram até a irritar-me em alguns momentos com a repetição de texto e forma de estar em cena, são adereços para Leslie e Ben como os seus melhores amigos e pronto.


É uma verdadeira série de comédia, nunca chega a ser aborrecida em momento algum, apesar de se arrastar durante demasiado tempo mas tenho essa opinião em quase todas as sitcom. Tem alguns erros de edição e de uso de chroma mas são rapidamente esquecidos com o argumento bom e atuações brilhantes de todos os atores mas principalmente, de Amy Poehler e Nick Offerman. 


Não deixem de espreitar esta série de episódios curtos que nos ensina muito, especialmente a compensação pelo esforço e como o trabalho em equipa pode ser recompensador; por último, também nos ensina a estimar os nossos amigos, eles que são das melhores coisas que temos nesta vida, sem dúvida.




Transmita tua reação:


0
Beta 1.0

Por favor faça login primeiro